Qual é o verdadeiro significado da Semana Santa?

A Semana Santa comemora o prop√≥sito primordial de Deus na Terra, que √© a doa√ß√£o de seu √ļnico filho Jesus Cristo em troca da reden√ß√£o dos pecados da humanidade. Ao submeter seu filho a morrer crucificado na cruz, tomando o lugar do pecador.

√Č triste reconhecer que, neste momento em que o maior ato de amor de Deus √© suposto ser lembrado, poucas pessoas valorizam tal esfor√ßo. Para muitas pessoas sobrecarregadas pelo seu trabalho, a Semana Santa √© vista como um "tempo de relaxamento", um tempo de f√©rias.

Qual é o verdadeiro significado da Semana Santa? 1

O que é a Semana Santa e quando é celebrada?

Tamb√©m conhecida como Semana Mayor, √© um per√≠odo de sete dias que come√ßa com o chamado Domingo de Ramos, onde algumas religi√Ķes, como os crist√£os, se lembram da entrada de Cristo no mundo. Jesus a Jerusal√©m, e termina com o Domingo de P√°scoa, comemorando o triunfo da vida sobre a morte de Nosso Senhor Jesus Cristo.

A Semana Santa começa no final dos quarenta dias de Jesus no deserto, também conhecida como "Semana Santa".Quaresma"O Domingo de Páscoa é celebrado em dias diferentes a cada ano, e é determinado pelo calendário lunar. Assim, o domingo seguinte à primeira lua cheia após o início da Primavera no hemisfério norte é o Domingo de Páscoa (também chamado Domingo de Páscoa ou Domingo de Páscoa), que pode cair entre 22 de Março e 25 de Abril.

O que é comemorado durante a Semana Santa?

√Č um tempo a dedicar a a ora√ß√£o e refletir sobre Jesus Cristo e os momentos do Tr√≠duo Pascal, enquanto Jesus, em sua infinita miseric√≥rdia, decide tomar o lugar da humanidade e receber o castigo para libertar a humanidade do pecado. √Č tamb√©m um tempo perfeito para os seres humanos meditarem nas suas ac√ß√Ķes e fazerem as mudan√ßas necess√°rias para se aproximarem de Deus e cumprirem os Seus mandamentos.

Durante a Semana Santa, os cat√≥licos realizam v√°rios actos, tais como prociss√Ķes, a encena√ß√£o do drama da morte e da paix√£o de Cristo, entre outros. Muitos penitentes sofrem pesadas cargas como s√≠mbolo do seu auto-sacrif√≠cio e, na Sexta-feira Santa, os fi√©is devem observar jejum assim como a absten√ß√£o de carne.

Para entender um pouco mais sobre o que os crist√£os comemoram como o Tr√≠duo Pascal, ou seja, os tr√™s dias da Semana Santa que comemoram: os momentos da Paix√£o, a morte de Jesus atrav√©s das Esta√ß√Ķes da Cruz, e a ressurrei√ß√£o de Jesus Cristo. As celebra√ß√Ķes centrais da Semana Santa s√£o a quinta-feira santa, a sexta-feira santa, o s√°bado santo e o domingo de P√°scoa.

O Tr√≠duo Pascal, neste sentido, concentra os momentos mais importantes do ano lit√ļrgico no cristianismo.

Vamos agora explicar as actividades que est√£o a ser saudadas para cada um destes dias:

Quinta-feira santa:

Na quinta-feira santa, a √ļltima ceia de Jesus de Nazar√© com os seus disc√≠pulos, a institui√ß√£o da Eucaristia, a ordena√ß√£o sacerdotal e a lavagem dos p√©s s√£o celebradas. Neste dia, os cat√≥licos visitam os sete templos ou igrejas, e neste dia ocorrem dois eventos de singular import√Ęncia, de acordo com a B√≠bliaA √öltima Ceia, onde se institui a Eucaristia e o sacerd√≥cio, e a lavagem dos p√©s.

Neste dia, a institui√ß√£o da Eucaristia √© comemorada pela celebra√ß√£o do Santo Of√≠cio, e a agonia e a ora√ß√£o de Jesus no Gets√™mani, no Jardim das Oliveiras, a trai√ß√£o de Jesus e a morte de Jesus no Jardim das Oliveiras s√£o lembradas. Judas e a pris√£o de Jesus. Nesta √ļltima ceia que Jesus compartilhou com seus disc√≠pulos, instituiu a comunh√£o, na qual Cristo deixa seu corpo e seu sangue transubstanciados em p√£o e vinho.

A lavagem dos pés é o nome dado ao acontecimento no qual Jesus, como ato de humildade, lava os pés de seus discípulos, a fim de dar um exemplo de amor e de serviço aos outros.

Há também a tradição de erguer o monumento da Quinta-feira Santa, que é a capela onde se guarda a hóstia consagrada desde a Quinta-feira Santa até à Sexta-feira Santa. Em frente a ela, é costume dar obrigado ao Senhor por sua paixão, pela qual, segundo as Escrituras, ele redimiu a humanidade.

Sexta-feira Santa:

é feriado cristã que comemora a morte de Jesus de Nazaré. Neste dia, a Igreja Católica instrui seus fiéis a observar o jejum e a abstinência da carne como uma penitência. A Eucaristia também não é celebrada, mas a liturgia da Paixão do Senhor. A Sexta-feira Santa é principalmente um dia de luto, no qual nos lembramos do crucificação de Jesus Cristo no Calvário, que se sacrifica a si mesmo para redimir os pecados da humanidade e dar-lhes a vida eterna. Daí a cruz ter sido tomada como símbolo de glória para a adoração dos cristãos.

Durante a Sexta-feira Santa √© costume: Cobrindo o imagens de JesusEspecialmente nas igrejas, crucifixos e imagens s√£o revestidos com capas roxas, como sinal da aus√™ncia de Jesus, a fim de dar √† liturgia a discri√ß√£o caracter√≠stica do recolhimento ao qual a morte de Jesus chama, e refletir sobre o mist√©rio da paix√£o, morte e ressurrei√ß√£o de Cristo. Vestindo a Virgem de luto Maria, a imagem da Virgem est√° vestida de preto como sinal do seu profundo pesar pela morte de Jesus. Rezar as Esta√ß√Ķes da Cruztamb√©m conhecida como Via Sacra, esta ora√ß√£o acompanha Jesus em suas horas finais, ao passar pelos catorze momentos (ou catorze esta√ß√Ķes), desde sua condena√ß√£o at√© sua morte e sepultamento. Orando o credo √†s tr√™s horas da tarde, O momento da crucifica√ß√£o √© muitas vezes lembrado atrav√©s da ora√ß√£o do Credo dos Ap√≥stolos.

Durante a noite, a morte de Cristo √© comemorada com hinos solenes, ora√ß√Ķes de a√ß√£o de gra√ßas, assim como uma mensagem focalizada no sofrimento de Cristo por n√≥s.

S√°bado Santo:

√© um dia de tristeza e tristeza que √© reservado ao sil√™ncio, ao luto e √† reflex√£o, tal como Maria e os disc√≠pulos fizeram no t√ļmulo. Da mesma forma, durante o S√°bado Santo na Igreja Cat√≥lica n√£o se celebra nenhuma Eucaristia, n√£o se toca nenhum sino, o tabern√°culo √© deixado aberto e vazio, o altar √© despojado e nenhum sacramento √© administrado, exceto a Un√ß√£o do Sant√≠ssimo Sacramento. os doentes e Confiss√£o de pecados. Entretanto, as portas da igreja permanecem abertas, as luzes n√£o s√£o ligadas e as confiss√Ķes s√£o ouvidas pelos pais. Comemora-se tamb√©m a Solid√£o de Maria, recordando o momento em que ela leva o corpo de Jesus ao t√ļmulo.

Domingo de P√°scoa:

tamb√©m conhecido como Dia de P√°scoa, Domingo de Gl√≥ria ou Domingo Santo, celebra a ressurrei√ß√£o de Jesus Cristo no terceiro dia depois de ter sido crucificado, conforme recontado no Novo Testamento da B√≠blia. √Č a celebra√ß√£o mais importante da Igreja crist√£. A P√°scoa marca o in√≠cio de um per√≠odo conhecido como Temporada de P√°scoa, que dura cinquenta dias e termina no Domingo de Pentecostes.

De acordo com as Sagradas Escrituras, com a Páscoa Deus dá aos cristãos a esperança pela ressurreição e por um novo modo de vida, representado no retorno de Cristo dos mortos.

Na noite do primeiro dia da semana, quando os disc√≠pulos se reuniram √† porta fechada por medo dos judeus, Jesus entrou, p√īs-se no meio deles e cumprimentou-os.

 -A paz esteja contigo!

Quando ele disse isto, mostrou-lhes as suas mãos e o seu lado. Quando os discípulos viram o Senhor, eles se regozijaram. -A paz esteja com você! -Jesus repetiu. Como a Padre mandou-me, por isso eu mando-te.

(Jo√£o 20:19-21)

Este website utiliza cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de utilizador. Se continuar a navegar, está a dar o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e para a aceitação dos nossos política de cookies

ACEITO
Aviso de Bolacha
pt_PT