O que é a Graça de Deus ou a Graça Divina?

O Graça é um dom sobrenatural pelo qual Deus nos torna participantes de sua vida trinitária, é a qualidade que Deus dá aos homens como dom, um dom que transcende o sobrenatural, é arbitrário, mas Deus se compraz em dar. Além da salvação, a graça é o poder de fazer o que seria impossível em sua própria força, é a maneira de Deus dotar os crentes com talentos e habilidades que refletem o poder de Deus, não o poder do homem. É a essência de Deus num crente, é o magnífico, é o extraordinário, é o impossível para o homem, mas possível para Deus, aquele lugar onde se está revestido por um poder único.

graça de Deus

O que é a graça?

Graça é uma palavra que denota beleza, bondade, encanto, reconhecimento, distingue amor que o Senhor manifesta para todos os homens. Tal amor culmina na dom que Deus Ele faz seu próprio Filho Jesus Cristo, que se torna homem para que os homens se tornem filhos de Deus e herdeiros de seus bens, chamados a habitar no Paraíso. É a vida divina em nós, oferecida por Deus de forma generosa, nunca recusa as nossas orações e, na medida certa, ajuda-nos nas nossas necessidades. Os homens só têm o dever de o aceitar.

Santo Agostinho, que experimentou a solidão de quem está longe de Deus, pronunciou estas famosas palavras:

"O meu coração está inquieto, Senhor, até descansar em Ti".

O a graça é dividida em graça santificadora e graça real. A graça santificadora é um dom permanente e sobrenatural, isto é, além das possibilidades da natureza, que eleva e aperfeiçoa nossas almas, tornando-nos filhos de Deus e herdeiros do céu. A graça real é uma intervenção de Deus que move a alma para o bem sobrenatural.

Como a Graça de Deus se manifesta

O a graça é o íman que Deus pessoa para se tornar um íman, com o propósito de atrair bênção de Deus É a forma extraordinária que Deus coloca na vida de um crente para enchê-lo de poder, favor, domínio, fé e condições amáveis. É a forma extraordinária que Deus coloca na vida de um crente para enchê-lo de poder, favor, domínio, fé e condições graciosas, manifestadas na forma como Deus usa os crentes para trazer saúde para os doentes, para libertar os cativos, para expulsar os demónios. O graça de Deus se manifesta quando se tem carisma, se atrai a bênção de Deus e se dá à sua volta. Quando a graça entra em sua vida é um poder maior, único e magnífico que Deus liberta para você ser um instrumento no reino, e não para a glória, mas para Ele ser toda a glória.

Como obter a graça de Deus

A graça não é algo que se possa ganhar. Ao contrário, é a morte e a ressurreição de Jesus Cristo que torna a graça e a misericórdia de Deus disponível para nós. A graça de Deus só pode ser recebida através da fé.

"Porque pela graça foste salvo pela fé. E isto não é obra sua, "é dom de Deus, não resultado de obras, para que ninguém se vanglorie". (Efésios 2: 8-9).

A graça de Deus tem níveis, aos quais só os mais humildes têm acesso.

Ele dá maior graça: Deus resiste aos orgulhosos, mas dá graça aos humildes". (Tiago 4:6),  

esta passagem convida-nos a despojar-nos de todos orgulho e orgulho, a fim de obter a graça de Deus.

A graça de Deus está em cada espaço

A Graça de Deus está sempre disponível em todo o lado, espaço ....

"Porque a graça de Deus apareceu, trazendo salvação a todos os povos, capacitando-nos a renunciar à impiedade e às paixões mundanas, e a viver uma vida autocontrolada, reta e piedosa no tempo presente, procurando a nossa bendita esperança, o aparecimento da glória do nosso grande Deus e Salvador Jesus Cristo, que se entregou por nós para nos redimir de toda a iniqüidade e purificar para si um povo em sua própria posse, zeloso de boas obras". (Tito 2: 11-14).

A mesma graça está disponível para você e pode lhe dar uma vida maravilhosa cheia de fé e amor. Isso fará de ti um instrumento da graça de Deus para os outros.

Devemos trabalhar juntos, não abusar da graça de Deus.

Não devemos abusar da graça de Deus,

"Trabalhando juntos com Ele, pedimos-lhe que não receba a graça de Deus em vão" (2 Coríntios 6: 1).

A graça de Deus é um grande e maravilhoso presente que deve ser recebido com gratidão e serviço, devemos deixar para trás os nossos próprios desejos egoístas e pecaminosos. Devemos viver por uma nova regra de vida: pelo Espírito de Deus, que quer habitar em nós e ensinar-nos o amor, a paz, a humildade e a bondade. Não devemos resistir, extinguir ou entristecer o Espírito de Deus (Isaías 63:10).

Confiar não só nas nossas próprias forças, mas apoiar-nos n'Ele.

Devemos confiar não só na nossa força, na nossa própria força, mas também na nossa própria força.

"Nós adoramos pelo Espírito de Deus e glória em Cristo. Jesus e nós não confiamos na carne". (Filipenses 3: 3).

Não temos motivos para nos vangloriarmos da nossa própria justiça, santidade e realizações, porque a graça de Deus está em ação em nós. Isso faz de nós pessoas novas. Quanto mais confiamos em Deus, mais a sua graça transborda em nós:

"Ele dá graça aos humildes". (Tiago 4: 6).

Entregando-nos completamente ao Seu Espírito

Uma condição para receber e experimentar plenamente a graça de Deus é a nossa completa rendição a Ele, todos os seus pensamentos, ações e sentimentos terão que dar lugar ao seu Espírito, ao fazê-lo você troca a sua antiga vida pelo estilo de vida de Deus. Quando entramos em uma relação pessoal com Jesus Cristo, sua graça se manifestará de várias maneiras.

"Se alguém está em Cristo, a nova criação chegou: a velha foi-se, a nova está aqui! (2 Coríntios 5:17).

Desta forma, deixamos para trás todo pensamento e ação maligna, e o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, bondade, bondade, fidelidade, mansidão, autocontrole.

Aqui estão alguns versículos relacionados com a graça de Deus e o poder divino:

"Não deixes que a misericórdia e a verdade se afastem de ti; prende-os ao teu pescoço". Escreve-os nas tábuas do teu coração, e encontrarás graça e boa opinião aos olhos de Deus e dos homens" (Pr 3,3-4).

"Portanto, vem da fé para que seja segundo a graça, a fim de que a promessa permaneça firme por toda a sua semente. Não àquele que é apenas de a lei mas também para aquele que é da fé de Abraão, que é da fé de Abraão. pai de todos nós" (Romanos 4:16).

"A lei veio para agravar a ofensa, mas assim que foi agravada a pecado A graça abundou mais abundantemente, para que, assim como o pecado reinou até a morte, assim também a graça possa reinar pela justiça até a vida eterna, por Jesus Cristo nosso Senhor". ( Romanos 5:20-21).

E ele disse-me:

"A minha graça é suficiente para ti, porque o meu poder se torna perfeito na fraqueza".

Por isso, gloriar-me-ei mais nas minhas fraquezas, para que o poder de Cristo habite em mim (2 Coríntios 12:9).

A graça é um dom de Deus para todos os que acreditam em Jesus Cristo.. Portanto, como a fé, é somente pela fé que seremos salvos.

Este website utiliza cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de utilizador. Se continuar a navegar, está a dar o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e para a aceitação dos nossos política de cookies

ACEITO
Aviso de Bolacha
pt_PT