O que é a Quaresma e devem os evangélicos celebrá-la?

Quaresma é uma palavra que deriva da palavra latina "quadragesima" o que, por sua vez, significa "quarenta". Refere-se ao quarenta dias antes da Páscoa.

O Quaresma é um período reconhecido pela Igreja Católica e por algumas igrejas evangélicas, dedicado ao recolhimento espiritual, acompanhado, se possível, pela prática de penitência e sacrifícios, durante os quarenta dias anteriores ao dia reconhecido como o dia de a ressurreição de Jesus ou Dia de Páscoa. Começa na Quarta-feira de Cinzas. Os católicos são chamados a dedicar-se durante estes quarenta dias à meditação e reflexão sobre os ensinamentos divinos, acompanhados de arrependimento pelos pecados, e também a fazer o seguinte jejum e agir com ainda maior contenção moral do que em outras épocas do ano.

Embora se diga que este per√≠odo lit√ļrgico √© lembrado desde os primeiros tempos do cristianismo, alguns dizem que foi realmente institu√≠do no s√©culo VII em mem√≥ria e imita√ß√£o do jejum de Jesus durante a sua estada de quarenta dias no deserto, em perene comunica√ß√£o com Deus. Padre e isolados dos seres humanos.

Quaresma

Significado da Quaresma

√Č um tempo dedicado a imitar as atividades realizadas por Jesus nos dias que antecederam a sua paix√£o, crucifica√ß√£o e a morte, a fim de reviver em cada cat√≥lico os sofrimentos por Ele sofridos e partilh√°-los espiritualmente (Filipenses 3: 10).

Para os crist√£os cat√≥licos durante a √©poca da Quaresma devem estar dispostos a recordar e comemorar a morte e ressurrei√ß√£o de Jesus Cristo, levando uma vida cheia de sa√ļde e livre de situa√ß√Ķes de pecado; pelo contr√°rio, deve ser um tempo em que prevale√ßa a reflex√£o, a purifica√ß√£o e a convers√£o espiritual, tentando alcan√ßar alguma semelhan√ßa com a vida de Jesus no deserto.

Em si mesma, a etapa de Quaresma significa a prepara√ß√£o para reviver os mart√≠rios e sacrif√≠cios dos m√°rtires e sacrif√≠cios. Jesus sofreu durante os √ļltimos dias de sua vida terrena, incluindo priva√ß√Ķes materiais, tais como sofrer uma jejum Ele teve que enfrentar fortes tenta√ß√Ķes do diabo, e teve que implorar e pedir ajuda a Deus Pai a fim de venc√™-las.

Recomenda√ß√Ķes para reviver a Quaresma com verdadeira devo√ß√£o

Como um procedimento fundamental, durante a Quaresma um papel importante deve ser dado a Ora√ß√£oO prop√≥sito deste tempo √© comunicar cont√≠nua e diretamente com Deus em Suas tr√™s Pessoas diferentes. Como este tempo √© dedicado a imitar Jesus, deve-se ter em mente que o objetivo fundamental do afastamento de Jesus do deserto era isolar-se de todas as distra√ß√Ķes e poder dedicar-se a falar com Seu Pai para agradecer tudo o que Ele estava fazendo por Ele mesmo, por t√™-lo escolhido para ser o Salvador da Humanidade, glorificando assim a Deus Pai.

Ao mesmo tempo, conhecendo os sofrimentos que estavam para vir sobre Ele em seus √ļltimos dias como Deus o Homem, Ele orou para que o Pai o ajudasse a suport√°-los e pedindo miseric√≥rdia para Ele e para a humanidade. Ent√£o o principal na Quaresma √© a Ora√ß√£o.

√Č recomend√°vel chegar ao√† Quaresma com verdadeira e divina devo√ß√£opreparando-se para obter a miseric√≥rdia de Deus atrav√©s do exerc√≠cio das conhecidas obras espirituais de miseric√≥rdia, tais como as seguintes: desculpe dar conforto a quem precisa, ser paciente com as falhas dos outros, consolar quem precisa, corrigir quem est√° em erro, ensinar quem n√£o sabe, e orar a Deus pelos vivos e pelos mortos.

Outras actividades recomendadas e praticadas pelos cat√≥licos, como o jejum e a penit√™ncia, t√™m hoje uma certa efic√°cia, porque seu significado e a forma como s√£o praticadas tem sofrido altera√ß√Ķes no esfor√ßo de adapta√ß√£o √† modernidade, o que as tem tornado menos eficazes.

Os evangélicos devem celebrar a Quaresma?

A maioria das correntes religiosas evang√©licas n√£o celebra a QuaresmaEles argumentam v√°rias raz√Ķes para isso, todas elas com base em que √© errado pensar que os seres humanos podem ganhar m√©rito diante de Deus, acreditando que Deus pode recompensar de acordo com o seu auto-sacrif√≠cio. Os defensores desta posi√ß√£o argumentam que b√™n√ß√£o de Deus √© o resultado do gra√ßa divinaque n√£o √© uma obriga√ß√£o nem um pagamento por boas ac√ß√Ķes humanas.

Isto é baseado em João 15: 16que diz que não foi o homem que escolheu Deus, mas Deus que escolheu os homens para dar frutos espirituais que durarão. Isto é interpretado no sentido de que pode ser necessário abnegar-se para obter e dar frutos, mas que não é possível obter e dar frutos por abnegação.

Outra raz√£o para n√£o ser celebrado pelos evang√©licos √© que se tornou uma comemora√ß√£o mec√Ęnica, procedendo ao que a hierarquia lhe ordena, sem qualquer convic√ß√£o pessoal para faz√™-lo, tornando-o uma esp√©cie de farsa.

Expressam também que é um tempo que se tornou, com o passar do tempo, um tempo de recreação e descanso, onde a deboche típica da época carnavalesca que precede a Quaresma se torna presente.

Ls evangélicos sustentam que se a penitência, o sacrifício e a abnegação são necessários O comportamento recomendado durante a Quaresma para se aproximar de Deus, é aconselhável praticar estes comportamentos durante todo o ano e não apenas durante quarenta dias.

Considerando estes argumentos, e outros não mencionados aqui, é compreensível que a maioria das igrejas evangélicas tenha uma posição firme para não celebrar a Quaresma.

Celebração da Quaresma por alguns evangélicos

Em vista do diversidade e pluralidade que existe na comunidade dos evang√©licos, alguns grupos deles realizam algumas atividades em mem√≥ria dos √ļltimos dias de Jesus na Terra, fazendo-o principalmente para manter as experi√™ncias de Jesus Cristo presentes nas novas gera√ß√Ķes e n√£o como atos de espiritualidade para se aproximar de Deus, como os cat√≥licos desejam fazer.

Com a firme convic√ß√£o de que Jesus morreu, mas tamb√©m ressuscitou, eles baseiam sua f√© em um Jesus vivo. Por isso baseiam a sua mem√≥ria num Jesus vivo, sofrendo e morrendo numa cruz e real√ßando a ressurrei√ß√£o. Tudo isso √© evocado por representa√ß√Ķes teatrais e cantos alegres motivados pela ressurrei√ß√£o de Jesus.

Este website utiliza cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de utilizador. Se continuar a navegar, está a dar o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e para a aceitação dos nossos política de cookies

ACEITO
Aviso de Bolacha
pt_PT