Como é que recebemos o perdão de Deus e nos libertamos da culpa?

Uma vez um padre crist√£o visitou um hospital psiqui√°trico. Ao passar pelos dormit√≥rios observando os pacientes em seu deplor√°vel desequil√≠brio mental, o diretor da institui√ß√£o lhe disse: se metade dessas pessoas acreditasse em perd√£o seria descarregado. Muitos males espirituais, emocionais e at√© f√≠sicos surgem da culpa. O pecado destr√≥i as nossas vidas, mas o que fazemos e como nos podemos libertar da culpa e das suas terr√≠veis consequ√™ncias? Em a B√≠blia est√° a inscrever-se para a partida. N√≥s recebemos o perd√£o de Deus de gra√ßa, n√£o com uma certa quantidade de ora√ß√Ķes, indulg√™ncias ou estudo do ano b√≠blico. Jesus Cristo pagou o pre√ßo, o perd√£o de Deus √© o rem√©dio gratuito que nos cura do pecado, ent√£o como o conseguimos? H√° v√°rias maneiras de receb√™-lo, algumas das quais compartilhamos abaixo.

Como é que recebemos o perdão de Deus e nos libertamos do sentimento de culpa? 1

Eu recebo o perd√£o de Deus quando confesso os meus defeitos.

Confessar os nossos pecados é como reconhecer que estamos doentes e necessitados de cura. Devemos confessar a Deus todos os nossos erros através a oração e reconhecer a necessidade de Jesus como Salvador para se apropriar do Seu perdão, pois só Ele é o nosso intercessor diante de Deus. Não tenhamos medo de vir a Deus para confessar nossos pecados, pois no tribunal divino aquele que confessa de coração é sempre perdoado.

Eu recebo o perdão de Deus quando me arrependo e mudo meu modo de vida de todo o coração.

Jesus Cristo chama-nos ao arrependimento todos os dias. A palavra arrependimento vem da palavra grega "metanoia" que significa tomar outra direção oposta à que você está indo, ou seja, é fazer uma conversão, assim como o exército faz quando está marchando. O arrependimento sincero implica uma mudança na forma como vivemos, mas ninguém a não ser o Espírito Santo é aquele que coloca em nosso coração a dor que está de acordo com Deus pelo pecado cometido e o desejo de abandoná-lo. Parar de avançar para onde os nossos maus pensamentos nos levam e ir na direção de Deus é a melhor decisão, pois Ele é o especialista em desculpe pecados e transformar vidas.

Eu recebo o perd√£o de Deus quando estou disposto a perdoar os outros sinceramente.

O perdão é um milagre que acontece no nosso coração quando sabemos amor de Deus expresso em um grande abraço. Jesus nos exorta a fazer o mesmo que Ele fez por nós, ou seja, a amar e a perdoar. Isto mata o nosso orgulho e desejo de vingança e liberta-nos do fardo da amargura. Jesus Cristo nos ensinou a orar por perdão para as nossas ofensas, assim como a perdoar aqueles que nos ofendem.

Se perdoarmos aqueles que nos ofendem, seremos capazes de Padre A vontade divina nos perdoará. Ele quer que reflitamos Seu amor perdoando sinceramente, como dizem as escrituras setenta vezes sete, ou seja, quantas vezes for preciso, quase perdemos a conta. A grande consequência disto é que Ele esquece para sempre qualquer culpa que tenhamos cometido. Isto é mais do que um acto judicial, é restaurar a paz onde houve conflito.

√Č emocionante ver o amor que Deus tem por n√≥s ao transmitir tanta paz para irmos at√© Ele atrav√©s de Jesus Cristo em ora√ß√£o para confessarmos nossos pecados com a certeza de que fomos perdoados h√° quase dois mil anos. Se neste momento voc√™ est√° se sentindo muito culpado por algum erro que cometeu no passado e acha que foi longe demais e n√£o tem nenhuma chance de ser perdoado pelo que fez, h√° boas not√≠cias. O seu pecado n√£o √© maior do que a amor de Deus Para voc√™, n√£o insista em lembrar o erro que cometeu, porque se voc√™ for capaz de se arrepender, pode receber perd√£o se o fizer com verdadeira inten√ß√£o.

Quando Deus nos perdoa, Ele joga toda a nossa maldade no fundo do mar e esquece para sempre. Nosso Pai Celestial está esperando por você com braços estendidos dizendo: "Venha, vamos resolver esse assunto". Se você deseja agora mesmo pode receber o Seu perdão e receber a libertação da sua culpa e a alegria da salvação.

Perdoar até setenta vezes sete

Então Pedro, seu discípulo, aproximou-se dele e disse: 'Senhor, quantas vezes perdoarei a meu irmão que peca contra mim, até sete vezes? Jesus lhe disse: 'Não sete vezes, mas setenta vezes sete'. (Mateus 18:21-22).

Um dia Pedro, um de Seus discípulos, perguntou ao Salvador quantas vezes ele deveria perdoar a seu irmão que peca contra ele. Jesus respondeu que até setenta vezes sete vezes ele deveria perdoar. Naquele momento Jesus explicou-lhe através de uma de suas parábolas que o reino dos céus é como um rei que queria acertar contas com seus servos e, quando começou a acertar as contas, veio a um que lhe devia dez mil talentos.

Mas como ele n√£o p√īde pagar, o seu mestre ordenou-lhe e ao seu mulher e crian√ßas com tudo o que tinha para ser reembolsado. Ent√£o aquele servo prostrado suplicou-lhe, dizendo: 'Senhor, tem paci√™ncia e eu te pagarei tudo', e o senhor, movido de miseric√≥rdia, libertou-o e perdoou-lhe a d√≠vida, mas o homem saiu e encontrou um dos seus companheiros servos que lhe devia cem den√°rios, e tomou-o pela garganta e sufocou-o, dizendo: 'Paga-me o que me deves'. Ent√£o o seu companheiro servo prostrou-se a seus p√©s e implorou-lhe, dizendo: 'Tem paci√™ncia e eu te pagarei tudo', mas ele n√£o quis, mas foi e jogou-o na pris√£o at√© que pagasse a d√≠vida, e quando os seus companheiros servos viram o que estava acontecendo, lamentaram muito e foram contar ao seu senhor tudo o que tinha acontecido, ent√£o o seu senhor chamou-o e disse: 'Tu √©s um servo malvado! Toda aquela d√≠vida que te perdoei porque me imploraste, n√£o devias ter tido compaix√£o pelo teu companheiro de trabalho como eu tive por ti? E o seu mestre ficou zangado e entregou-o aos carrascos at√© que ele pagasse toda a sua d√≠vida. Assim tamb√©m o Pai vos far√° a v√≥s, se n√£o perdoardes aos vossos irm√£os as suas ofensas do vosso cora√ß√£o. (Mateus 21:18-35).

O Perd√£o de Deus traz paz

Talvez em algum momento de sua vida voc√™ tenha se perguntado: "Ser√° que Deus me perdoar√° pelo que fiz? Voc√™ provavelmente j√° se perguntou isso muitas vezes. Voc√™ provavelmente j√° passou por situa√ß√Ķes em que cometeu erros mais de uma vez na sua vida. Todos n√≥s ca√≠mos em algum momento, enfrentamos decis√Ķes dif√≠ceis, e muitas vezes cometemos erros. Se algu√©m nunca pecou, √© Jesus Cristo.

Ele é o maior exemplo de fidelidade e que, embora tenha sido tentado muitas vezes, nunca caiu, nunca desistiu e sempre fez a vontade de Seu Pai Celestial, por mais difícil que fosse. No final Ele conquistou na Cruz do Calvário por amor a todos nós, para que pudéssemos ter a oportunidade de viver com eles novamente, que era Sua missão sagrada aqui na terra, para que pudéssemos ter salvação se nos arrependêssemos e guardássemos Seus mandamentos.

Imagine aquele momento em que Jesus estava na cruz, o ladr√£o que estava ao seu lado tamb√©m sendo crucificado disse-lhe "lembra-te de mim no teu reino" (Lucas 23,42). Um pecador reconheceu que Jesus era o filho de Deus, acreditou nele e, nos √ļltimos momentos de sua vida, implorou por perd√£o. Aqui est√° apenas um exemplo de muitos em que Deus mostra o Seu grande amor a todos os Seus filhos. Nosso Pai Celestial est√° disposto a nos perdoar quando chegarmos a Ele em arrependimento. Ent√£o se voc√™ acha que n√£o h√° mais nada a fazer, voc√™ est√° errado porque se voc√™ se arrependeu do seu cora√ß√£o, voc√™ ainda tem a oportunidade de come√ßar de novo. Como diz 1 Samuel 16:7, o homem olha o que est√° diante dos seus olhos, mas Deus olha para o cora√ß√£o.

Deus confia em ti porque te ama.

Deus olha para o seu coração e sabe se você se arrependeu sinceramente ou não do que fez, então não desista e peça sempre perdão. O Senhor ouve-te e sabe o que está dentro de ti. Muitas vezes ouvimos falar de Deus e Ele é apresentado a nós como um ser supremo que está longe de nós, mas na verdade Deus é muito mais do que isso. Se lermos Joel 2:13 descobrimos que Deus é um Deus bondoso e compassivo. Volta-te para o Senhor teu Deus, porque ele é gracioso e compassivo, lento para a raiva, lento para a raiva, lento para a raiva, lento para a raiva, lento para a raiva, lento para a raiva, lento para a raiva. raiva e grande em misericórdia e não castiga. Podemos então perceber pelas escrituras que Deus é gracioso e compassivo, Sua misericórdia é imensamente grande.

Mas como não podemos ser grandes para Deus se Ele nos criou? Como Ele pode nos deixar em paz se Ele nos ama? Como Ele não pode nos perdoar quando O buscamos em arrependimento se Deus é tão misericordioso e amoroso? O que acontece é que nós nos afastamos Dele e deixamos aquele espaço onde Ele nos protegeu e abençoou. Hoje é o momento de deixar para trás tudo o que nos afecta, nos aflige e nos magoa e dar esse passo em frente porque Deus está à nossa espera de braços abertos quando decidimos aproximar-nos d'Ele.

Encontre em Deus paz, felicidade e os motivos para nunca desistir, para que a luz de Deus ilumine sua vida e o fa√ßa viver pacificamente em Seus caminhos e para que, guardando os mandamentos, encontre alegria nesta vida e na vida eterna no futuro. Que esta vida seja uma excelente oportunidade para superar as prova√ß√Ķes que voc√™ pode enfrentar e que voc√™ receba for√ßa no perd√£o e no perd√£o. gra√ßa de Deus.

H√° um velho ditado de um autor desconhecido que parafraseia: n√£o podemos decidir sobre as situa√ß√Ķes que nos rodeiam, mas podemos agir e decidir como podemos lidar com elas. Pensar antes de agir √© uma boa oportunidade para evitar agir inconscientemente e de forma desproporcionada. Se o fizermos, poupar-nos-emos ao desconforto e n√£o nos sentiremos mal com as coisas que fizemos e das quais nos arrependemos.

Em qualquer caso, como seres humanos, falharemos e talvez tenhamos que pedir perdão a Deus e àqueles que ofendemos. O importante será sempre reconhecer o mal, pedir perdão a Deus e aos outros e abandonar totalmente o mau comportamento. Lembremo-nos que sentir o perdão de Deus e de outras pessoas faz florescer a nossa alma e nos purifica da culpa e do mal. O exemplo final foi-nos deixado por nosso Salvador e Redentor Jesus Cristo, que perdoou até aqueles que O maltrataram e crucificaram. Porque se perdoardes aos homens todas as suas ofensas, vosso Pai celestial, que está nos céus, também vos perdoará; mas se não perdoardes aos homens todas as suas ofensas, também vosso Pai não vos perdoará as vossas ofensas. (Mateus 6:14-15).

O perdão é tanto para os ofendidos como para o ofensor.

Perdoar algu√©m pelo que lhe fez, seja relativamente pequeno ou muito s√©rio, pode por vezes tornar-se intranspon√≠vel. √Äs vezes este √© um processo demorado. No entanto, a B√≠blia √© muito clara que isso √© extremamente necess√°rio para o nosso perd√£o. N√£o h√° condi√ß√Ķes de "a menos que" ou "mas". Mais importante ainda, devemos usar instrutores e professores como modelos a seguir.

Independentemente disso, na √°rea de seus sentimentos onde ele ou ela √© afetado, a pessoa que feriu tamb√©m deve se arrepender. No entanto, a busca pela recupera√ß√£o n√£o depende apenas disso. N√£o importa a atitude da outra pessoa em rela√ß√£o ao que aconteceu, voc√™ deve perdoar. O pecado deles √© da conta dessa pessoa. Por outro lado, √© correto que algumas pessoas paguem as conseq√ľ√™ncias de seus erros da mesma forma diante das leis e da autoridade que existem na Terra. Da mesma forma, eles tamb√©m estar√£o um dia diante de Deus e as contas dos seus erros ser√£o resolvidas. Porque Deus √© um Deus justo e a vingan√ßa e o pleno julgamento pertencem somente a Ele.

√Č importante entender que o perd√£o n√£o √© um sentimento, mas uma grande decis√£o. Escolher perdoar significa que voc√™ tem que se curvar diante de Deus para ganhar o poder de perdoar a quem precisa ser perdoado. Isto √© escolher n√£o deixar que pensamentos de √≥dio e ressentimento dominem o seu cora√ß√£o. Embora nossos sentimentos n√£o sejam assim, esta √© uma escolha, buscar a ajuda de Deus e n√£o voltar ao passado lhe trar√° paz e conforto. Nunca se esque√ßa que o poder que precisamos vem do Esp√≠rito Santo. As escrituras s√£o muito claras ao dizer: Aquele que amaldi√ßoou Jesus n√£o respondeu com uma maldi√ß√£o; quando sofreu, n√£o amea√ßou, mas entregou a causa a um julgamento justo, como diz 1 Pedro 2:23. Nunca esque√ßa que perto de Deus, no seu amor, voc√™ encontrar√° tudo o que precisa.

Este website utiliza cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de utilizador. Se continuar a navegar, está a dar o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e para a aceitação dos nossos política de cookies

ACEITO
Aviso de Bolacha
pt_PT