A Grande História de David e Golias

O história de David e Golias é uma história bíblica clássica, pois é um exemplo de como com fé, força, perseverança e a vontade da mão de Deus, todas as coisas são possíveis. Mas há um detalhe nesta história que vale a pena analisar e que a maioria de nós esquece. A realidade é que a história de David e Golias é tão famosa que todos a vêem como o menino derrotando o maior de todos ou o fraco derrotando o forte e isso poderia facilmente ser uma analogia de nós mesmos como uma sociedade.

Na verdade √© uma hist√≥ria que n√£o foi repetida uma √ļnica vez. mas vemos isso se repetir tantas vezes em nossos ambientes, mas n√£o se trata de uma hist√≥ria dos fracos superando os fortes. A verdade √© que alguns indiv√≠duos podem tender a ser comparados como fracos, mas nobres e, portanto, merecedores de vencer atrav√©s de um milagre ou algo semelhante. √Č por esta raz√£o que se deve esclarecer que David n√£o derrotou Golias. porque ele era o "fraco" de facto Golias n√£o tinha hip√≥tese de vencer David desde o in√≠cio.

A Grande História de David e Golias

Este nobre jovem era um pastor que nunca pensou em fazer mal a um inseto. No entanto, os filisteus, que faziam parte de um povo que era contra os israelitas, propuseram-se resolver as suas disputas através de uma batalha. Esta batalha não consistiu de todos contra todos, mas de cada exército escolher o melhor de seus guerreiros para lutar pela vitória. Assim, foi escolhido o melhor guerreiro dos filisteus. Ele era um homem enorme, com mais de 1,80 m de altura, que desafiava os israelitas todos os dias e ninguém o enfrentava por medo de ser gravemente ferido.

Um daqueles dias em que Golias intimidou os israelitas David ouviu este desafio, ficou indignado e ofereceu-se para lutar contra ele. O rei Saul disse-lhe para n√£o o fazer, mas David convenceu-o a deix√°-lo lutar, argumentando que, como era pastor, estava qualificado para lutar porque estava constantemente a lutar contra le√Ķes e ursos para defender os seus rebanhos, perseguindo-os at√© √† morte.

Estava na hora da batalha e O David chegou sozinho com uma fisga nas mãos.Ele tinha sua bolsa e pedras, sem armadura para cobrir seu corpo porque ele não queria. Golias estava armado da cabeça aos pés com as armas mais letais possuídas por um guerreiro para combater o seu adversário. David, sendo um homem de Deus, ajoelhou-se para rezar antes do início da batalha. O que os filisteus não sabiam era que David não só tinha a experiência com a funda para se defender, como também estava implorando pela força do Senhor para derrotar o seu adversário.

A luta come√ßa e David e Golias aproximam-se um do outro. David n√£o perde tempo. Ele usa sua funda e sua pedra com grande habilidade, tanto que em um √ļnico tiro ele bate sua funda no meio dos olhos de Golias, o √ļnico lugar desprotegido que ele tinha, e cai morto no ch√£o. A hist√≥ria conta que os filisteus perderam suas aspira√ß√Ķes de ter os israelitas como escravos e Davi consegue uma importante vit√≥ria para seu povo. Moral da hist√≥ria: nunca subestime o poder do seu oponente, por mais fraco que ele pare√ßa, e nunca seja orgulhoso demais para pensar que voc√™ √© o gigante ou o melhor.

David e o Gigante: 5 princípios para derrotar os Golias em nossas vidas

Através da história bíblica de Davi e Golias, podemos aprender cinco princípios que nos ajudarão a enfrentar os grandes desafios ou "desafios da vida".gigantes"que encontramos na vida. Estes princípios são:

  • O valor de conhecer a Deus.
  • Temos de saber que armas temos.
  • Temos de nos compreender a n√≥s pr√≥prios.
  • N√£o nos devemos sentir intimidados com o que vemos e ouvimos.
  • O nosso maior desejo deve ser glorificar a Deus.

A história bíblica e seus detalhes

Descobrimos a história de David e Golias em 1 Samuel 17. inimigo Israel e tinha desafiado os israelitas para a guerra. Os dois exércitos ficaram frente a frente entre montanhas opostas, com o vale de Elá no meio, e esperaram.

Durante 40 dias, Golias, um gigante filisteu com um armadura Impressionante, ele saía todas as manhãs e noites para desafiar o povo israelense com um tom de interrogatório bastante zombeteiro:

Quem vai lutar? Eu não sou filisteu e você não está servindo Saul? Por que eles não escolhem alguém que possa me enfrentar? Se eles puderem me criar e me matar, nós os serviremos; mas se eu os derrotar e os matar, eles se tornarão nossos escravos e nos servirão. (1 Samuel 17: 8-9)

Do Rei Saul ao soldado mais jovem, todo o exército israelita foi ameaçado. liberdade do povo está ameaçado! A Bíblia diz: "Quando ouviram o que os filisteus disseram, Saul e todos os israelitas ficaram chocados e aterrorizados" (1 Samuel 17:11).

David era o mais novo de oito irmãos e três irmãos mais velhos estão no exército israelense. Quarenta dias se passaram e o seu pai Jacob estava ficando velho e pediu-lhe para ir ao campo de batalha para ver como estavam seus irmãos e trazer-lhes algo para comer.

David era um pastor, ent√£o deixou outro pastor para cuidar de suas ovelhas, foi para a frente e encontrou esta situa√ß√£o. Cada ex√©rcito na montanha, o vale no meio e o gigante desafiaram os israelitas em voz alta. Ele tamb√©m ouviu que embora Saul oferecesse grandes recompensas √†queles que ousassem lutar, o n√ļmero de volunt√°rios era surpreendentemente baixo: exatamente 0, nenhum.

Davi ficou muito zangado e perguntou: "Quem é que este filisteu pagão pensa que é e quem ousa desafiar o exército do Deus vivo?" Alguém o ouviu e foi ter com Saul, então ele mandou chamar Davi. Eles conversaram um pouco e David conseguiu persuadir Saul a permitir que ele se opusesse a Golias. Do que você está falando? Saul perguntou e David respondeu que Deus o tinha protegido de animais selvagens várias vezes e ele acreditava firmemente que Deus o protegeria desse gigante.

Foi assim que David confrontou Golias, o atingiu e depois o matou com uma funda, um bast√£o, um saco de pastor e cinco pedras lisas. Mas, na verdade, estas n√£o foram as √ļnicas armas que David usou. Vejamos os cinco princ√≠pios b√°sicos que desempenharam um papel decisivo nesta hist√≥ria.

  1. O sucesso de David residia na sua firme crença em Deus.

David sabia do grande poder de Deus porque ele o tinha experimentado em sua pr√≥pria vida. Embora David fosse muito jovem e provavelmente no in√≠cio da adolesc√™ncia, ele n√£o tinha d√ļvidas de que Deus √© fiel e ajudou todos os seus filhos.

Como pastor, David viu animais grandes e ferozes atacarem as suas ovelhas. Deus sempre o ajudou, dando-lhe a força e as habilidades para superar as dificuldades. Portanto, sua fé em Deus era firme e consistente e ele estava absolutamente certo de que Deus o ajudaria a derrotar Golias.

Assim como o Senhor me salvou das patas dos le√Ķes e dos ursos, assim me salvar√° do poder do filisteu. (Samuel 17:37)

Vale a pena refletir: Voc√™ j√° experimentou o grande poder de Deus em sua pr√≥pria vida? Voc√™ se lembra de uma situa√ß√£o particular na qual Deus o ajudou a prevalecer sobre as prova√ß√Ķes ou a resolver seus problemas? Essa experi√™ncia aumentou sua confian√ßa? Aumentou sua confian√ßa em Deus para o longo dos anos?

  1. David conhecia o poder das suas armas.

Saul forneceu a Davi seus uniformes e armas de guerra, mas Davi não quis usá-los. Ele gostava de usar mais as armas que usava para proteger as suas ovelhas todos os dias, nomeadamente o seu cajado, o saco do seu pastor, a sua funda e cinco pedras lisas, que ele escolheu com o maior cuidado. Ele sabia como usá-los, qual era o seu propósito e como aproveitá-los ao máximo para torná-los mais eficazes.

David tamb√©m sabia qual era a sua arma mais poderosa para esta batalha: implorar o nome do Senhor Todo-Poderoso. A sua confian√ßa para vencer foi de facto fundada na confian√ßa em Deus, n√£o na sua capacidade como pastor. √Č por isso que ele era t√£o claro e certo de que iria vencer, mesmo que a l√≥gica e a vis√£o apontassem para outro resultado.

Vindes a mim com espadas, lanças e dardos, mas eu venho a vós em nome do Senhor Todo-Poderoso, o Deus do exército de Israel, a quem vós desafiastes. (1 Samuel 17:45) Com essas palavras Davi confrontou Golias.

Vale a pena pensar: Voc√™ conhece a armadura que Deus prov√™ para os seus filhos? Leia Ef√©sios 610-18, nos ensina que devemos deixar que Deus nos examine e nos mostre como usar as armas que Ele nos deu para que possamos superar as prova√ß√Ķes, tenta√ß√Ķes ou dificuldades que surgem em nosso caminho na vida.

  1. David compreende-se a si mesmo

David cuidava dos rebanhos dos seus fam√≠lia e ele sabia como usar o seu poder e ast√ļcia para proteger as suas ovelhas. Ele conhecia o seu poder de fuga perante o perigo e tamb√©m conhecia a sua agilidade. Ele sabia a melhor dist√Ęncia para atacar eficazmente sem correr demasiados riscos. Ele conhecia suas habilidades dadas por Deus e as usava com confian√ßa e determina√ß√£o.

David respondeu: √Č a minha vez de cuidar do rebanho do meu pai. Quando o le√£o ou o urso tira uma ovelha do rebanho, eu os persigo e espanco at√© que eles soltem as ovelhas. Al√©m disso, se um animal me atacar, agarro-o pela sua juba e espanco-o at√© √† morte. Se este servo de Deus mata o le√£o e o urso, ele pode fazer o mesmo com o filisteu, porque ele est√° resistindo ao ex√©rcito do Deus vivo. (1 Samuel 17: 34-36)

Vale a pena pensar em: Você conhece os talentos e poderes que Deus lhe deu? Você está usando todo o potencial que Deus lhe deu para se glorificar ou para glorificar a Deus? Deus criou uma meta para nós e espera que façamos o nosso melhor para alcançá-la e assim abençoar e ajudar aqueles que nos rodeiam à medida que a alcançamos.

  1. O David n√£o tinha medo do que viu.

At√© Esa√ļ, que era o rei de Israel e o mais alto do povo (1 Samuel 9:2), foi intimidado pela figura e armadura do gigante Golias. Golias, por sua vez, aproveitou-se deste medo e fez uma forte amea√ßa. Mas David n√£o se assustou com a sua altura ou com os seus gritos.

David concentrou-se em coisas que ninguém mais tinha notado: a parte desprotegida de Golias. O pequeno espaço na testa do gigante foi exposto. Ele concentrou sua atenção em atirar a pedra no lugar certo, fez um bom tiro e depois disso o gigante caiu sem vida no chão.

Um famoso guerreiro, da cidade de Gate, deixou o acampamento filisteu. O seu nome era Golias e tinha quase três metros de altura. (1 Samuel 17: 4)

Vale a pena pensar: Você aproveita todas as oportunidades que Deus lhe dá na vida? Você está concentrado na porta que Deus abriu na sua frente ou em como elas podem parecer difíceis? Você enche seus pensamentos com a Palavra de Deus todos os dias e ora ao Pai Celestial todos os dias para ser encorajado? Ou você está confuso com o pensamento derrotista e com a crença na incapacidade de fazer as coisas?

  1. Glorificar a Deus era o propósito que Davi tinha em mente.

Glória a Deus e que o seu nome seja exaltado, estes foram os seus pensamentos. Davi estava certo de que derrotaria Golias em nome de Jeová, mas ele não afirmou ser reconhecido ou exaltado por isso. Ele sabia que a vitória só pode ser alcançada através da intervenção divina. Deus seria glorificado e todos veriam que o poder redentor de Deus libertaria os seus filhos do mal.

De uma perspectiva humana, a forma como Deus luta e as armas que ele usa parecem ilógicas. Contudo, as suas armas são as mais eficazes, porque estão cheias de poder, receberam a sua bênção e nos levam a honrar o seu nome.

Todos vocês aqui perceberão que a salvação do Senhor não requer uma espada ou uma lança. A batalha é do Senhor e Ele vai entregar-te nas nossas mãos. (1 Samuel 17:47)

Vale a pena refletir: Voc√™ est√° fazendo tudo pela gl√≥ria de Deus ou lutando por suas pr√≥prias conquistas? Voc√™ fala sobre o que Deus fez em sua vida? Ou prefere falar sobre voc√™ mesmo, sua intelig√™ncia, sua for√ßa ou suas habilidades? Voc√™ conta as coisas "inexplic√°veis" que voc√™ experimentou em sua vida? Como a alimenta√ß√£o no momento certo, a prote√ß√£o contra as espreitas do mal, melhorias na sua sa√ļde. Se assim for, d√° gl√≥ria a Deus. Agrade√ßa ao nosso Pai Celestial e conte aos outros sobre as maravilhas que Ele tem feito por voc√™ e sua fam√≠lia.

Este website utiliza cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de utilizador. Se continuar a navegar, está a dar o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e para a aceitação dos nossos política de cookies

ACEITO
Aviso de Bolacha
pt_PT